.
 
 
Pediatras alertam que mais de 50% das crianças brasileiras tiveram ou terão algum tipo de parasitose
 
Notícias
 
     
   

Tamanho da fonte:


26/07/2017

Pediatras alertam que mais de 50% das crianças brasileiras tiveram ou terão algum tipo de parasitose

Sociedade de Pediatria do RS apoia ação realizada pela Federação Brasileira de Gastroenterologia, que ocorre de 18 a 20 de abril em Porto Alegre (RS)

Estudos mostram que até 33% da população adulta brasileira sofre com algum tipo de parasitose, enquanto no público infantil, este número sobe para mais de 50%. De acordo com a presidente da Sociedade de Pediatria do RS (SPRS), Cristina Targa Ferreira, é sabido que o Brasil é considerado, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um dos países onde a parasitose é endêmica. A gastroenterologista pediatra alerta que as doenças provenientes das parasitoses são causadas por agentes infecto-parasitários que produzem sérios dano físico, cognitivo e socioeconômico em crianças e adolescentes, principalmente, em comunidades de baixa renda.

- As crianças devem ser o principal alvo de controle das parasitoses, pois são as que mais sofrem os efeitos negativos dos parasitas e atuam como vetores na manutenção da transmissão. Estudos também apontam elevada frequência de poliparasitismo em crianças de creches públicas e privadas, e escolares de diversas regiões urbanas. Esses dados apontam para a importância do foco urbano na epidemiologia das parasitoses intestinais em crianças. A creche por ser local de aglomeração de crianças é um ambiente fortemente expositor ao problema - destaca Cristina Targa Ferreira.

As infecções, além de causarem importante impacto negativo na vida da criança, ainda podem ocasionar óbito em crianças de populações vulneráveis. A falta ou má qualidade de saneamento básico e a higiene pessoal e domiciliar inapropriadas são fatores que favorecem a contaminação da população por parasitas intestinais. Para evitar que isso aconteça, é fundamental que medidas preventivas simples sejam tomadas e transformadas em hábitos diários, capazes de proteger a família toda.

Com o objetivo de alertar os gaúchos para o problema, a Federação Brasileira de Gastroenterologia, através da organização Movimento Brasil Sem Parasitose, promove atividade de conscientização em Porto Alegre (RS) até quinta-feira (20/04). Uma unidade móvel da entidade ficará estacionado na Avenida Borges de Medeiros, n° 2035, das 8h às 17h. A SPRS apoia a ação e reforça a importância dos médicos do estado a prestarem atenção nos sintomas causados por parasitoses.

- Os principais sintomas das doenças causadas por parasitoses gastrointestinais são: dores abdominais, diarreia, gases, falta de apetite, perda de peso, náuseas e vômitos, tosse, febre, falta de ar, anemia, coceira no ânus e vontade de comer coisas diferentes, como terra, areia e tijolo - relata.

Outras informações sobre a atividade podem ser obtidas no site www.brasilsemparasitose.com.br.

Prevenção

Saneamento Básico:

- Tratamento e fornecimento de água potável
- Eliminação dos focos de contaminação (lixo e esgoto a céu aberto)
- Coleta de lixo
- Implantação de sistemas de tratamento de esgoto
- Educação da população sobre a prevenção

Higiene Pessoal:

- Lavar bem as mãos, com água e sabão, antes das refeições e após usar o banheiro
- Manter as unhas aparadas, evitando colocar a mão na boca
- Tomar banho diariamente
- Lavar bem as roupas íntimas e de cama, se possível com água fervida
- Andar sempre calçado, principalmente nas áreas onde não há esgoto encanado.
- Evitae brejos e água parada

Higiene Doméstica:

- Manter a casa e o terreno em volta sempre limpos, evitando a presença de moscas e outros insetos
- Manter os cestos de lixo e a caixa d’água sempre bem fechados
- Não deixar as crianças brincarem em terrenos baldios, com lixo ou água poluída
- Evitar animais dentro de casa. Quando tiver, cuidar da higiene deles, dos locais onde costumam ficar e não esquecer de levá-los periodicamente ao veterinário


Autor: Mariana da Rosa
Fonte: Play Press

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602