.
 
 
I Fórum Gaúcho de Asma e Asma Grave acontece no Hospital Moinhos de Vento
 
Notícias
 
     
   

Tamanho da fonte:


12/07/2019

I Fórum Gaúcho de Asma e Asma Grave acontece no Hospital Moinhos de Vento

Encontro reunirá profissionais da saúde e pessoas que convivem com a doença crônica

O Hospital Moinhos de Vento sediará no dia 13 de julho, o ‘I Fórum Gaúcho de Asma e Asma Grave’. O evento é realizado pela Associação Crônicos do Dia a Dia (CDD) e a programação trata do cenário atual, perspectivas de tratamento e políticas públicas sustentáveis.

Reunindo profissionais da saúde e pessoas que convivem com a condição, o fórum terá como palestrantes o coordenador do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Hospital Moinhos de Vento, Paulo Pitrez, e o pneumologista Rafael Stelmach. 

Doença crônica que afeta as vias respiratórias, a asma atinge aproximadamente 20 milhões de brasileiros. Desse total, 10% enfrentam a forma grave da doença, sendo que entre 60-90% dos casos ela não está controlada. É a doença crônica mais comum no país.

Entre os sintomas estão tosse, chiado ou aperto no peito, falta de ar, limitações aos exercícios, perda escolar ou trabalho. A qualidade de vida de quem enfrenta a asma pode ser muito prejudicada, com visitas frequentes a salas de emergência e internações hospitalares.

As inscrições para o Fórum são gratuitas e devem ser feitas através do link bit.ly/ForumGauchoAsma.

Estudo

Publicado pelo grupo de pesquisa do Dr. Paulo Pitrez, estudo com a participação de 2.500 alunos de escolas públicas de Porto Alegre, mostrou que 20% das crianças são asmáticas, metade não tem a doença controlada, somente 30% usam medicação preventiva contínua e cerca de 33% têm perda escolar no último ano. Além disso, metade das crianças usou corticoide oral nos últimos 12 meses e 8% foram hospitalizadas por causa da doença. 

“Surpreendentemente, a maioria dos pacientes admite esquecer de usar regularmente as medicações preventivas e metade acredita que a bombinha faz mal para a saúde”, afirma o pneumologista pediátrico e pesquisador do Hospital Moinhos de Vento.

Segundo o médico as internações custam mais de R$ 500 milhões por ano para o Sistema Único de Saúde (SUS) e morrem 7 asmáticos por dia no Brasil. “Este é o cenário da asma no país, justificando ampla discussão junto ao poder público para uma implementação efetiva de novos programas em saúde pública em caráter nacional”, defende Pitrez.

SERVIÇO:

Evento: I Fórum Gaúcho de Asma e Asma Grave

Data: 13 de julho de 2019

Horário: 14h às 18h

Local: Hospital Moinhos de Vento – Porto Alegre (RS)

Anfiteatro Schwester Hilda Sturm – 4º andar (Rua Ramiro Barcelos, 910)

Inscrições:bit.ly/ForumGauchoAsma

Organização: Crônicos do Dia a Dia – CDD (http://cdd.org.br/)

Patrocínio: AstraZeneca Brazil / GSK BR / Novartis Brasil

Apoio:

– Hospital Moinhos de Vento

– Grupo Brasileiro de Asma Grave (Grupo BraSA)

– Iniciativa Global Contra a Asma no Brasil (GINA no Brasil)

– Sociedade de Pneumologia e Tisiologia do Rio Grande do Sul (SPTRS)

– Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS)

– Associação Brasileira de Asmáticos – São Paulo (ABRA-SP)

– Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Filantrópicos e Religiosos do Rio Grande do Sul


Autor: Redação
Fonte: Moinhos / Critério
Autor da Foto: Divulgação

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602