.
 
 
Simpósio destaca inovações e boas práticas para emergências
 
Notícias
 
     
   

Tamanho da fonte:


15/08/2019

Simpósio destaca inovações e boas práticas para emergências

Discussão científica e de aprimoramento do trabalho abordou técnica, tecnologia e operação com agilidade e eficiência

Dos pacientes internados no Hospital Moinhos de Vento, cerca de 40% são acolhidos por profissionais da Emergência. Para que esse atendimento seja seguro, eficiente e realizado em tempo hábil, o serviço deve investir sempre em inovações e boas práticas. Esse foi o centro dos debates do II Simpósio de Emergência da instituição, realizado nesta quinta-feira (15) em Porto Alegre.

Aberta há duas décadas, a emergência do Moinhos recebe, em média, 1,5 mil pacientes em situação grave todos os meses. De acordo com o chefe do Serviço de Emergência, Paulo Schmitz, a redução pelo tempo de espera o aumento da satisfação foram alguns dos bons resultados conquistados recentemente. “O caminho do paciente e todos os protocolos são acompanhados em tempo real. Quando chegou, para onde foi, em qual estágio do atendimento está”, explicou o médico, ao mostrar o software de alta performance que faz esse monitoramento.

O superintende Médico da instituição, Luiz Antonio Nasi, enfatizou que o simpósio aprimora uma das especialidades mais importantes da sociedade brasileira. “Não existe mais como viver sem a emergência, que é vital no primeiro atendimento. É a medicina da primeira hora”, enfatizou. Em sua exposição, Nasi também abordou a manejo em casos de AVC agudo.

Ressaltando o cuidado para o melhor atendimento, a superintende assistencial Vânia Röhsig destacou que a evolução do serviço se dá a cada dia. “Há dez meses não temos nenhuma lesão por pressão na emergência. Isso é mérito da nossa equipe multidisciplinar”, citou Vânia. 

Medicina de excelência e comunicação

Entre os assuntos tratados no simpósio, o compartilhamento de informações médicas pelas plataformas digitais foi tratado pelo médico Luiz Fernando Varela. Felipe Dexheimer falou sobre a ressuscitação na sepse, e a profissional emergencista Alessandra Tabaru abordou o manejo da via aérea. O médico Daniel Garcia tratou do primeiro atendimento em caso de arritmia.

Focado na segurança do paciente, o coordenador de Enfermagem da instituição, Sidiclei Carvalho, enfatizou o papel da comunicação no serviço de emergência. “São muitos procedimentos ao mesmo tempo, em meio a situações de risco que necessitam de agilidade. Nesse cenário, falar e se fazer entender é muito importante para salvar vidas”, disse.


Autor: Redação
Fonte: Moinhos / Critério
Autor da Foto: Simpósio reuniu profissionais da emergência no Hospital Moinhos de Vento. Crédito Leonardo Lenskij

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602