.
 
 
Atualização em Cuidados Paliativos e Sepse na medicina de emergência já está disponível para médicos
 
Educação
 
     
   

Tamanho da fonte:


22/10/2019

Atualização em Cuidados Paliativos e Sepse na medicina de emergência já está disponível para médicos

No Brasil, são 400 mil novos casos por ano por Infecção Generalizada. A atualização busca um olhar diferenciado no manejo de pacientes críticos, buscando sempre a qualidade de vida e a diminuição dos índices de morte

 Você já ouviu falar em sepse e cuidado paliativo? Sepse é um termo médico usado para infecção generalizada. De acordo com estudos publicados pelo Instituto Latino Americano da Sepse – ILAS, a doença causa mais mortes do que câncer de mama, infarto do miocárdio e AVC. Apenas no Brasil, são 400 mil novos casos por ano e mais 50% deles acabam levando à morte. Já cuidados paliativos se concentram na qualidade e não na duração da vida, oferendo assistência humana e compassiva para as pessoas nas últimas fases de uma doença incurável para que possam viver o mais confortavelmente possível.

 “A Sepse acontece quando o corpo responde a uma infecção atacando os próprios órgãos, provocando o mau funcionamento dos mesmos. Essa infecção pode ser provocada por fungos, bactérias, protozoários ou vírus. Porém, é importante ressaltar que existem inúmeros cuidados que os profissionais da saúde podem tomar para diminuir as chances de infecções generalizadas”, explica o sócio fundador da EME Doctors, empresa especializada em formações na área médica, Dr. Gustavo Deboni.

Foi pensando nesses profissionais que a EME Doctors lançou a atualização em Sepse e Cuidado Paliativo. Ela ocorre nos dias 25 e 26 de outubro no Instituto de Treinamento em Cadáveres Frescos (ITC), em Balneário Camboriú, Santa Catarina.  A atualização faz parte da pós-graduação em Medicina de Emergência, ofertada pela EME Doctors, porém o módulo é ofertado para médicos de todo o país.

 “A Sepse é um dos maiores desafios de nossa época. Ela vem adquirindo crescente importância com o aumento de sua incidência e pela melhoria progressiva ao seu atendimento nas unidades de emergências. O tratamento paliativo nestas unidades se constitui no novo paradigma, promovendo uma discussão salutar entre os recursos diagnósticos, cada vez mais complexos e a qualidade de vida para pacientes sem possibilidades terapêuticas. Já os cuidados paliativos são um atendimento especializado e de extrema importância voltado para a melhoria ou manutenção da qualidade de vida de pacientes com doenças graves”, conta Dr. Deboni.   

Corpo Docente

A atualização em Sepse e Cuidado Paliativo é ministrada por especialista altamente qualificados, sendo eles:

  • Dr. Bruno Martins Tomazini - Médico, graduado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, com residência em Clínica Médica e Medicina Intensiva pela USP. Criador do Blog de Medicina Intensiva ICU Revisited. 
  • Dra. Sabrina Ribero - Médica, graduada pela Universidade Federal do Ceará, com residência em Clínica Médica e Pneumologia pela FM USP, além de Doutorado em Pneumologia na mesma instituição. Especialista em Medicina de Emergência e área de atuação em Cuidados Paliativos AMB. Formação em Cuidados Paliativos pela Northwestern University of Chicago. Coordenadora do Comitê de Emergência da ANCP (Academia Nacional de Cuidados Paliativos). 
  • Dr. Cleyton Gregory - Médico, graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina, com residência em Infectologia pelo Instituto Emilio Ribas (SP). Especialização em Clínica Médica pela SBCM. MBA em Gestão em Saúde e Controle de Infecção (INEP). Especialização em Extensão Universitária em Medicina Hiperbárica. 
  • Dr. Gustavo Deboni – Médico fundador e presidente da EME Doctors. Coordenador médico do centro de treinamento AHA em Santa Catarina. Coordenador da pós-graduação Lato Sensu em medicina de emergência. Gerente e médico do hospital e maternidade Marieta K. Bornhausen, em Itajaí, Santa Catarina.  Diretor clinico do Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Chefe de cirurgia do Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Médico emergencista do Hospital e Maternidade Marieta K. Bornhausen. Docente da graduação de medicina da UNIVALI. Médico regulador do SAMU de Balneário Camboriú, Santa Catarina. Especialista em medicina de emergência. Graduado em medicina pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Médico cirurgião geral pelo Hospital do Servidor Público de São Paulo (HSPM). Titulação no ACLS, ATLS, e Ultrassonografia em urgência e emergência. 

Conteúdos abordados no Sepse e Cuidados Paliativos na medicina de emergência

  • Panorama atual da Sepse no Brasil;
  • Protocolos atuais;
  • Pneumonias;
  • Infecção do Trato Urinário;
  • Infecções menos comuns mas não menos importantes;
  • Leptospirose, Meningococcemia e Meningites;
  • Infecções Nosocomiais;
  • Atualização em Antimicrobianos;
  • Atendimento ao paciente séptico na unidade de emergência;
  • Cuidados paliativos na unidade de Emergência;
  • Debridamentos cirúrgicos;
  • SIDA na visão do emergencista;
  • Infecções Virais.

Informações sobre o curso podem ser obtidas pelo telefone (47) 9.9691-5843 ou pelo e-mail comercial@emedoctors.com.br ou pelo site www.emedoctors.com.br


Autor: Redação
Fonte: Presse Comunicação Empresarial

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - R. Dr. Flores, 263 - Centro Porto Alegre - RS, 90020-120
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 3779.0602