.
 
 
Preserve sua saúde: não compre óculos pirata!
 
+ Saúde
 
     
   

Tamanho da fonte:


12/05/2021

Preserve sua saúde: não compre óculos pirata!

Você pode estar levando coronavírus para a casa é a campanha do Sindióptica-RS

Os produtos piratas sem procedência e comercializados de forma ilegal seguem como temas de campanha de conscientização do Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico (Sindióptica-RS) para 2021. Desta vez, a iniciativa também alerta que os mesmos artigos, como óculos ou lentes falsificados, além de prejudicar a saúde visual, podem estabelecer mais um risco como vetor de contaminação do Covid-19. A ação tem apoio do Sesc-RS e Fecomércio-RS.

Com o slogan “Você pode estar levando o coronavírus para casa. Óculos só em óptica”, a campanha objetiva evidenciar de forma educativa a importância de preservar a saúde ocular e todas as consequências adversas do uso de óculos falsificados, como fadiga ocular, lesões na retina, alergia e até cegueira.

Outro aspecto abordado nas peças, inclui a situação de risco de contaminação com a falta de segurança sanitária, manejo inadequado sobre artigos expostos na rua, uma vez que as formas de contágio pelo contato com objetos ou superfícies contaminadas, que invariavelmente não recebem tratamento de higienização, aumentam os riscos de doenças transmissíveis.

Cabe lembrar que as ópticas seguem rigorosos protocolos de atendimento e de higienização dos produtos visando a segurança e a saúde de todos, como aborda a campanha. "Existe a necessidade de despertar junto à sociedade os riscos de contaminação por produtos sem procedência pelo coronavírus, além é claro, de alertar sobre os danos causados por lentes falsificadas à visão", avalia o presidente do Sindióptica-RS, André Roncatto.

A campanha, previamente lançada junto aos estabelecimentos ópticos e nas Redes Sociais na última semana, já alcançou adesão expressiva e aprovação dos profissionais do segmento. Também está em tramitação, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) da Capital, a veiculação das peças educacionais nos espaços de busdoor na frota de ônibus, assim como nas estruturas públicas de Saúde e Educação e nas próprias escolas, a exemplo de anos anteriores.

O Brasil opera com 60% de produtos falsificados. Óculos de sol ou lentes de grau estão entre os cinco produtos comercializados de forma ilegal. Em 2020 o Brasil perdeu R$ 287,9 bilhões em recolhimento de impostos diante da venda de produtos ilegais, segundo o Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP). A venda pirata está relacionada a crimes de contrabando de armas e drogas, aliciando imigrantes estrangeiros para a prática.


Autor: sindioptica rs
Fonte: Assessoria de Imprensa

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581