.
 
 
Atenção com a coceira nos olhos
 
Educação
 
     
   

Tamanho da fonte:


29/01/2009

Atenção com a coceira nos olhos

Conjuntivite pode causar sérios problemas se não tratada corretamente

Nessa época do ano é muito comum o surgimento de diversas alergias e problemas de saúde, e a conjuntivite é uma das doenças que costumam ocorrer com mais facilidade nesse período. “No verão o maior contato com outras pessoas e a maior quantidade de componentes no ar causam mais sensibilidade nos olhos, o que facilita a transmissão da conjuntivite”, explica Marco Canto, oftalmologista e diretor da Clínica Canto.

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, uma membrana que reveste a parte branca do olho e a superfície interna das pálpebras. A doença pode ser causada por vírus ou bactérias. “Na conjuntivite bacteriana, o comprometimento é mais externo e os olhos ficam vermelhos congestionados, com secreção purulenta (aspecto amarelado, grosso) que gruda nos cílios, sem lesões corneanas em geral”, esclarece Marco Canto. Já na conjuntivite viral, a infecção atinge internamente o tecido conjuntival e a córnea. “Esse tipo de conjuntivite lesiona a célula, o que é muito mais grave, pois deixa mais seqüelas, e o tratamento leva muito mais tempo”, acrescenta.
 
A transmissão da doença é pelo contato direto ou pelo ar, como por exemplo, pelas mãos, por toalhas, cosméticos, uso prolongado de lentes de contato, poluição do ar, fumaça de cigarro, sprays, produtos de limpeza e outras substâncias. Pessoas com o sistema imunológico mais comprometido podem ser mais suscetíveis à doença, como usuários de medicações ou drogas, pessoas idosas ou portadoras de alguma doença. Por isso, a importância da prevenção. “Para evitar a conjuntivite é necessário manter a higiene, lavar sempre as mãos, evitar ambientes poluídos ou fechados e não coçar os olhos”, ensina o oftalmologista.
 
Sintomas e tratamento
 
Os principais sintomas da conjuntivite são os olhos vermelhos, coceira, lacrimejamento, inchaço das pálpebras e sensação de corpo estranho dentro do olho - como se você possuísse areia nos olhos. Caso tenha alguns desses sintomas, você deve logo consultar um oftalmologista. “Quando a conjuntivite não é tratada e diagnosticada corretamente pode levar a problemas mais sérios, causar perda parcial e até total da visão”, alerta o oftalmologista.
 
A conjuntivite dura poucos dias até duas semanas, dependendo da causa. O tratamento para a conjuntivite bacteriana é feito através de antibióticos e geralmente é rápido. Para a conjuntivite viral o tratamento é mais longo, pois os medicamentos apenas diminuem o desconforto e aliviam os sintomas da alergia, já que a cura depende das células de defesa da pessoa e os antibióticos não auxiliam em infecções por vírus. “Independente do tratamento, se a conjuntivite persistir além de duas semanas, consulte novamente o seu oftalmologista”, orienta Marco Canto.

Autor: Daiane Strapasson
Fonte: Expressa Comunicação

Imprimir Enviar link

Solicite aqui um artigo ou algum assunto de seu interesse!

Confira Também as Últimas Notícias abaixo!

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
     
 
 
 
 
 
Newsletter
 
     
 
Cadastre seu email.
 
 
 
 
Interatividade
 
     
 

                         

 
 
.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: mappel@sissaude.com.br. (51) 2160-6581